Os 10 Mais – Dicas para o Inverno

Boa Tarde Pessoal,

Chegou a hora de tirar do armário os agasalhos e cobertores porque o frio já marca presença. E assim como nós, nossos cães e gatos também precisam de cuidados especiais durante essa época do ano. Para ajudar você, o nosso “Os 10 Mais” de hoje traz dicas de como lidar com nossos amigos durante esse período. Confira:

Cães

Cão no Inverno

Cão no Inverno

  • Dica 01 – Nem todo cão precisa de roupinhas. Vista seu cachorro apenas na hora de sair de casa, caso tenha pelo curto e more dentro de casa. Animais acostumados com o exterior não precisam de roupas. Com os cães peludos, o cuidado é ainda menor: basta fazer tosas com menos frequência, deixando o pelo mais alto;
  • Dica 02 – Coloque a imunização em dia – especialmente a vacina contra a tosse dos canis, que ajuda a proteger os animais também da gripe. Não vale esquecer as outras vacinas necessárias ao cachorro, como a anti-rábica, a múltipla e a contra a giárdia;
  • Dica 03 – Choques de temperatura são perigosos! Por isso agasalhe seu cachorro na hora de sair do banho quente para o exterior, mais frio. Se o animal for grande demais, deixe-o por algum tempo no ambiente aquecido, para que se adapte gradualmente à temperatura;
  • Dica 04 – Cães idosos sofrem mais com o frio e tendem a desenvolver artrose com as mudanças de temperatura do início de inverno. Pergunte ao veterinário se algum medicamento ou suplemento alimentar pode ajudar o seu animal;
  • Dica 05 – Recém-nascidos não podem tomar friagem. Depois de um mês, um mês e meio, o filhote já começa a se adaptar com a variação de temperatura. Após esse período, proteja do frio da mesma maneira que se faz com um adulto. Mas não o exponha a mudanças bruscas de temperatura;
  • Dica 06 – Observe os sinais de doenças. O comportamento do animal não muda muito no inverno. Por isso procure um veterinário, caso o cão esteja amuado, tossindo ou espirrando e com secreções no nariz durante um ou dois dias. Esses são sintomas de infecção bacteriana. Não dê remédios de seres humanos, que podem machucar seu animal. Tosses secas não necessariamente indicam doença, mas incômodo com o ar frio e seco. Para trazer bem-estar ao animal, umedeça o nariz com inalações de soro fisiológico ou deixe uma bacia cheia de água ou pano úmido no ambiente;

Gatos

Gato no Inverno

Gato no Inverno

  • Dica 07 – Nunca coloque roupas nos bichanos! Gato detesta roupa. Alguns animais ficam amuados e param de comer até que se tire a roupa;
  • Dica 08 – Tenha em casa ninhos quentes para o gato: vale um edredom, iglu, daqueles vendidos em loja de animais ou até a colcha do sofá. Isso porque esses animais sofrem mais com o frio do que os cachorros. Se você tiver uma dupla de miaus, melhor ainda: os animais vão dormir juntos para se aquecer;
  • Dica 09 – Bichanos idosos e filhotes com menos de 60 dias são mais suscetíveis ao frio, já que têm menos gordura no corpo. O veterinário pode indicar uma dieta especial para ajudá-los a atravessar o inverno;
  • Dica 10 – Aumente a frequência de escovações no frio: escove os pelos ao menos três vezes por semana. Na estação fria, os animais tendem a se lamber mais, acabam engolindo muita pelagem e formam mais bolas de pelo no estômago. Caso engulam pelo demais, os gatos podem ter até constipação intestinal.

Até o próximo “Os 10 Mais”.

Fonte: http://exame.abril.com.br/estilo-de-vida/noticias/24-dicas-para-aquecer-seu-animalzinho-no-inverno?page=3

Anúncios